segunda-feira, maio 08, 2006

NÃO HÁ CU QUE AGUENTE

Desde que aderimos ao EURO que em Portugal tem sido um autêntico “fartar vilanagem”.
Num grande centro comercial de Lisboa paga-se por uma sopa 2,5 euros numa qualquer lojeca da especialidade. À moda antiga falamos em cerca de 500 paus por uma sopa. Já não existe a sopa dos pobres.
Por falar em pobres, hoje um amigo disse-me que "se a merda valesse dinheiro os pobres teriam nascido sem cu". Talvez.

Powered by Blogger

  • A MEMÓRIA QUE NÃO SE APAGA